Barbas possuem mais sujeira que vaso sanitário, alerta microbiologista, UMA OVA!

Barba

 

Se você é um barbado e tem conta em alguma rede social, com certeza ja viu ao menos uma vez o tal do artigo falando que barba é tão suja quanto vaso sanitário.
Bom, primeiro vamos olhar o seguinte, cada link aponta uma fonte, aqui no Brasil já inventaram até 3 empresas que realizaram a tal da pesquisa. Normalmente começa com: …”estudo realizado por um renomado biólogo…” ele se chama John Golobic. Uma googlada rápida e você vai achar centenas de resultados com o nome dele, todas com essa matéria.

Mas vamos lá:

O original em inglês:

Fonte KOAT NEWS:

A handful of brave men allowed Action 7 News to swab their beards, and the results showed some beards are as dirty as toilets. Quest Diagnostics microbiologist John Golobic tested the swabs, and the results blew his mind.

“I’m usually not surprised and I was surprised by this,” Golobic said.

Several of the beards that were tested contained a lot of normal bacteria, but some were comparable to toilets.

“Those are the types of things you’d find in (fecal matter),” Golobic said, referring to the tests.

Even though some of the bacteria won’t lead to illness, Golobic said it’s still a little concerning.

 

E só um em português que vou por:

Fonte: Metro

Um microbiologista vem alertando que as barbas podem conter mais sujeira que um vaso sanitário.

Um estudo feito pela empresa norte-americana Quest Diagnostics, no Novo México, EUA, afirma que as barbas podem conter inúmeras bactérias.

O Microbiologista John GOLOBIČ relatou que, ao examinar várias barbas, constatou que muitas delas continham bactérias, o que é normal.

A surpresa foi que algumas possuíam bactérias encontradas em material fecal.

Ele alegou ainda que se houvessem amostras similares em um sistema de água, esse teria que se interditado para a desinfecção.

Contudo, e de acordo com o cientista, não havia bactérias em níveis suficientes para causar doenças.

Lavar as mãos e a barba é a chave para manter os rostos limpos.

 

Então, vamos olhar para a citação chave aqui; as mesmas bactérias que se encontra na matéria fecal foram encontradas em algumas barbas. É como dizer que há água nas fezes, e se há água em seu rosto, então você tem fezes em seu rosto. O fato da questão é que as bactérias estão em toda parte e em tudo. Indo a extremos para matar as bactérias não é um bom plano. Se nós estamos rotulando todas as bactérias como sendo “cocô”, então estamos todos afundados na merda.

Agora, se liga na insanidade da barba.
Essas bactérias, não são fezes, são bactérias, que inclusive foram encontradas no sistema de água do lugar que foi feita a pesquisa, poderiam estar DIRETAMENTE no rosto se não fossem as barbas estudadas.

O que diz a matéria então?
Lave suas mãos, não com a água desse lugar onde foi feita a pesquisa, mas lavar sempre, antes e depois de encostar em qualquer cosia, inclusive nesse smartphone lotado de bactérias, ops, quer dizer, cocô, que você está usando.

Não se apavore, não se barbeie, faça um carinho na sua barba e pense bem sobre bactéria = cocô é mais uma tentativa de tirarem sua barba vistosa do mercado.

Então meus queridos jornalistas de ctrl+c ctrl+v no translate, vá lá fazer pesquisa nas mãos das pessoas nas ruas.
Sua barba é como seu cabelo, devem ser mantidos limpos e cheirosos, assim como minha barba e como a de tantos outros barbados espalhados pelo mundo civilizado.
Momento jabá, use sempre um bom shampoo e um óleo para barba com rícino!
Como já dizia Madre Tereza de Calcutá:
Minha barba precisa de tempo e paciência pra crescer, não da sua aprovação.

 

Baseado no UB

3 Comments

  1. André 20 de dezembro de 2015 Reply

    Show de bola!

  2. Abner Andrade 6 de Maio de 2015 Reply

    Onde estão os créditos ao Urban Beardsman?

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*